quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Minha opinião sobre o fim das sacolinhas nos supermercados

Senta que o texto é longo.

Hoje de manhã, passando em frente a um supermercado, vi um rapaz com um saquinho de carne moída e um pacote de café nas mãos e me caiu a ficha de que desde ontem, os supermercados não têm mais sacolinhas para as compras. Bacana, né? Em termos.

Eu compro o básico em um atacadão daqui de Campinas e lá nunca teve sacolinhas, ou você as compra por 0,12 cada uma ou arruma caixas, ecobags etc. Marido comprou duas caixas plásticas, que são as que usamos para estas compras. Pro restante, tenho usado as ecobags (ganhei várias de lojas, cinemas e por aí vai). Mas, não vou mentir, uso as sacolinhas pra colocar o lixo. E agora, o que fazer? Comprar sacos de lixo (caríssimos, por sinal), que de um jeito ou outro também vão contaminar o planeta?

É uma discussão difícil, porque o Brasil é considerado o primeiro país do mundo em volume de reciclagem de latinhas, mas eu e você sabemos que isso não acontece pela nossa consciência ecológica, mas pela pobreza do povo, que precisa destes trocadinhos ganhos com a venda das latinhas. Ou seja, o que rola é dinheiro.

Vi uma matéria no jornal, onde dizia que no Estado de São Paulo são consumidas mais de 1 milhão de sacolinhas ao mês, um absurdo e que a economia que os supermercados farão será repassada aos consumidores nos preços dos produtos, você acredita? Eu não. Novamente, entra a questão do dinheiro.

O sindicato das indústrias de sacolinhas, diz que o uso de caixas de papelão pode poluir ainda mais que o uso consciente de sacolinhas oxibiodegradáveis e que as empresas vão perder muito dinheiro e podem até demitir a partir de agora. O dinheiro mais uma vez vem em primeiro lugar.

E tem algumas (muitas) coisas que eu não consigo entender. Uma pessoa precisa de uma ecobag de grife para ir à feira? Tem umas e outras por aí que custam mais que uma bolsa de festa. Quem explica isso? Nem Freud!

Bem, as sacolinhas são as vilãs, nos sabemos, mas não são só elas. Você acha que precisa da caixinha do creme dental? Você precisa da caixinha que envolve o frasco de shampoo? E por aí vai.

Minha filha comprou recentemente uma Melissa, que veio envolta em papel de seda, embalada em um saquinho de tecido, em uma caixa de papelão, em uma sacolinha de plástico, dentro de uma sacola de papel. E não era brincadeira, é serio. Ela levou alguns minutos pra desembalar a Melissa e encheu o quarto de lixo. Precisa de tudo isso?

E aquela gente que joga garrafinha de água pela janela do carro, lixo no chão etc e etc? Quem vai dar conta disso. O planeta, com certeza, não.

Quem já comprou na lojinha sabe que as compras são enviadas em caixas de papelão reaproveitadas. Eu acho uma ótima saída, pois as caixas dos Correios custam entre 3 e 6 reais, dinheiro que será jogado no lixo, depois que a pessoa receber a compra. Pode parecer bobagem para alguns, mas eu acho de uma certa forma, estou fazendo minha parte. Mas, ainda há muito a fazer e eu acho que o caso das sacolinhas é só a ponta do iceberg.

Ah, e como um pouquinho de glamour não mata ninguém, apresento a vocês o meu carrinho de compras de bolinhas, da 25 de março. Comprei há uns seis meses e paguei 30 reais, agora estão inflacionados e custando até 70 reais. Ainda bem que garanti o meu.




E você o que acha das sacolinhas?

22 comentários:

Ana de Geo disse...

Bom, Claudia! As pessoas precisam mesmo discutir assuntos assim, porque só a questão do dinheiro não vai sustentar o planeta! Ótimo texto.
Ah, tb tenho um carrinho desse. Mas o meu é mto "cheguei!" hehehehe
Beijos!

Carol disse...

Você tem razão, Cláudia. Tudo precisa ser revisto em todos os aspectos da sociedade.
Os sacos de lixo estão os olhos da cara e eu também uso as biodegradáveis para colocar o lixo da casa. Um absurdo cobrarem pelas sacolinhas, já pagamos tantos impostos e agora mais essa.
Beijos

Paula Patricia disse...

Aqui em Fortaleza vou ver hoje se essa lei tá sendo cumprida. O marido comprou um cesto plástico, tipo engradado, e nós colecionamos ecobags já há um tempo, o que dá mais de 10 delas, mas erramos sempre numa coisa: esquecemos de levá-las! Pode um negócio desses? vergonhoso!
Bom, tb acho as sacolinhas muito boas pra colocar lixo. Pelo menos é um reaproveitamento. Saco de lixo só vai servir pra lixo e pronto...

LENIRA disse...

Eu tenho um carrinho igual ao seu,só que azul claro de bolinhas brancas.Só que sempre esqueço de levá-lo quando vou às compras e o mesmo acontece com as ecobags que venho comprando há algum tempo e que o Extra vende ou vendia por 2,99.As sacolinhas farão falta porque eu colocava lixo nelas e os sacos de lixo também poluem o ambiente e só servem para colocar lixo,enquanto as sacolinhas podem servir depois até para embalar outras coisas que precisamos levar em um sacola.

Nany.O.Novelli disse...

quando vim morar na italia estranhei muito esse metodo q jà è usado aqui,pois muitas vzs vi pessoas saindo do super mercado com o produto na mao sem sacola, e eu achava isso horrivel! pq se a pessoa tava de carro tudo bem, mas andar na rua com um pacote de açucar? rs. mais depois fui me acustumando...a caixa sempre pergunta se quer sacola e quantas? è sò pagar e vc tem a sacola q quiser rs...

Gerliane disse...

Claudia concordo com tudo o que vc disse, no final tudo vira marketing... Eu não nego que uso sacolas no cesto de lixo da cozinha, do banheiro, e são as do supremo msmo... Que é importante ter consciência ecológica pq os entes públicos também não se preocupam mais com programas de reciclagem, com a coleta seletiva de lixo? Aqui em casa se eu fizer este tipo de coleta não adianta nada, no final vai tudo pro mesmo lixão... Agora, com esta proibição, pensa só: ou vc se obriga a andar o tempo inteiro com a ecobag ou está proibida de passar no supermercado na volta do trabalho.

Katia Figueredo disse...

Acho q a gente se adapta...no começo é aquele transtorno, depois encontramos alternativas, afinal, tinham q começar por algum lugar né?
Enquanto lia seu texto, maravilhoso, por sinal, olhava aqui pra uma baú plástico, desses de organizar coisas, tenho um aqui grande q guardo as tranqueiras das crianças, paguei 28 reais...acho q 02 desses, é o suficiente para eu guardar minhas compras q faço a cd 15 dias. Aí, levo os -02 baús, encho, coloco no carrinho...coloco direto no carrp e depois so descarrego dentro de casa...to achando até mais prático sabia? Aí pra compras menores, vou comprar um sacola de feira ou mesmo uma bolsa maio e dexar por aqui...acho q pra tudo tem jeito...Bjokas!

Syspil disse...

Na minha opinião cobrar pelas sacolinhas não vai resolver nada. Faço compras sempre a pé, não tenho como usar caixas para carro ou caixas de papelão. Utilizo as sacolinhas sempre para o lixo. Se não há mais sacolinhas todos vamos ter que comprar sacos de lixo que sim, são caríssimos, e estaríamos contaminando do mesmo jeito. Acho que tudo deve partir de conscientização. Meus filhos,desde que eram pequenos foram acostumados a nunca jogar um papelzinho de bala na rua. Na praia nem pensar.Acho que devemos começar por aí, tem muito marmanjo jogando restos de cigarro, papéis, copos e garrafas na rua, como se não existissem lixeiras em muitos lugares. Devemos diminuir,sim, o uso de sacolas, sempre que podemos, mas não eliminá-las.

Graciane Ivanow disse...

Olá, Cláudia.
Bem, a minha opinião é que o governo sempre quer tapar o sol com a peneira e fingir que está realmente fazendo algo de bom para a população e o planeta, mas, na verdade, não é nada disso. Como você disse, o uso de saco de papel e caixas de papelão poluiria muito mais do que o uso de sacolas oxibiodegradáveis. Aqui na minha cidade, por enquanto, só é permitido o uso de sacolas oxi, mas, quero ver quando proibirem também onde é que irei embalar o meu lixo??? Ou agora os ambientalistas vão dizer que sacos plásticos de lixo não poluem e desintegram-se na natureza em dois dias???
E lá vamos nós carregadas de eco-bags ao supermercado ou com sei lá quantas caixas de plástico no porta malas... é que a gente não tem nada para fazer mesmo, né? Aí podemos fazer as compras, ir ao carro, buscar as caixas ou ecobags e voltar ao caixa... ah, e também tenho bastante tempo para ir ao mercado toda semana! Aff, estou vendo que só teremos mais trabalho, isso sim!
Adorei a sua bolsa com carrinho, realmente, estão bem inflacionadas.
Beijocas!

Thais disse...

Penso exatamente como você. O problema não é o meio-ambiente, mas sim o abuso, a coisa de sempre dar um jeito de tirar dinheiro da população. Se estivessem pensando no meio-ambiente, muitas outras ações deveriam ser tomadas antes.

Porém, é claro, precisamos começar de algum lugar. Mas não acho que tendo que pagar para usar o mesmo tipo de saco de lixo seja a solução. A única vantagem que eu vejo hoje é para os mercados, que economizarão com embalagens, e para as indústrias que fabricam sacos plásticos para o lixo. Para o ambiente, nem tanto.

Gabi disse...

Amei esse post,tudo gira em torno do dinheiro sim!e depois vem falar que é pra "ajudar o planeta"Aqui onde moro ainda não começou essa lei,vejo algumas pessoas fazendo isso levando suas ecobags.Minha sogra é super cosumista,e aí já viu,né!muitas sacolas...se engana quem pensa que ela usa no lixo...ainda compra sao de lixo.Na verdade na casa dela só tem um lixo,que fica na cozinha,e o pior!ela não coloca cesto de lixo no banheiro.papel higiênico e afins vai tudo de descarga abaixo!é um horror,a visitas ficam super constrangidas.
Voltando ao assunto das sacolas,como na casa dela tem muita,sempre guardo e entrego pra mulherada da feira que aí já ajuda bastante,
um super beijo.

Kika Diniz disse...

Ótimo texto, não seria ruim, se pelo menos os sacos de lixo que teremos que comprar fossem obrigatoriamente oxibiodegradaveis!
Outra alternativa é que os supermercados oferecessem uma quantia limitada de sacolas oxi por cliente, já que não creio que a economia gerada por não usarem mais a sacola plástica será repassada ao consumidor!!
Tbm acho que o caso das sacolinhas é só a ponta do iceberg.
Bjks.

Carmen disse...

Gostei muito do texto.Tbm uso as famosas sacolinhas no lixo da cozinha, faço uso da de pano tbm e acredito que quando esta lei chegar aqui, vou me adaptar, mas tudo que vc escreveu faz muito sentido.
Bjs

lilian vieira disse...

eu também sempre faço compras em um atacado de campinas e já me acostumei,com as caixas, o problema é quando estamos sem carro,e quando não há caixas suficientes,eu tenho algumas ecobags e bolsa térmica,mas é um pouco desajeitado,andar com a bolsa pessoal e outra bolsa cheia de sacolas,não sei o quanto isto vai ajudar para o meio ambiente,pois aqui em sumaré nem coleta seletiva de lixo tem.bjos.

Lila disse...

Exatamente, além do que ainda utilizamos as sacolas de lixo que não são biodegradáveis como algumas sacolas de supermercado, enfim, acho que resolveria muito mais se houvesse coleta seletiva em cada cidade funcionando perfeitamente.

Aline disse...

Oi Cláudia!
Passa lá no blog. Fiz um post também a respeito! Acho que a idéia nem é ruim não, mas muito mal elaborada. Mas...Brasil sabecomué, né!
E achei bacana que vc entregue os produtos em caixas reaproveitadas!
Isso sim já é a sua parte!!
Suuuper beijo!
Aline

Renata disse...

Oi Clau, quanto tempo! Como estão as coisas por aí, tudo bem? E as "crianças", ou A criança né rs.

Eu já tive que sair com compra do supermercado na mão duas vezes rsrs, esqueço completamente de levar a sacola, mas era relaxo mesmo, eu tenho a sacola de pano faz um tempão e nunca usei, aí quando dizem que só obrigando, nem posso reclamar né, porque no meu caso, usar a sacola de pano só obrigado mesmo. Mas era relaxo puro, porque poderíamos muito bem fazer isso ou usar as caixas de papelão que sempre teve nos mercados por aqui.

Sobre os lixinhos de casa, ainda não parei pra pensar nisso, em casa ainda tem um estoque de sacolas plásticas (olha aí o exagero), mas o jeito vai ser comprar saco de lixo no $1,00 rs

bjs... saudades

Jane Leandro disse...

Pois é Claudia, concordo com voce. Pois na realidade quem sai penalizado é o consumidor. Por que então os mercados não investem em sacolas ecológicas? Ou então o governo não investe em formas sustentáveis de lidar com o lixo?
Pense bem, quando voce sai de carro é tranquilo levar as compras na mão, mas pense em uma pessoa com compras de mes andando de ônibus.Como faz? Tem que comprar sacolas plásticas comuns, que vão continuar poluindo o planeta.
Um grande beijo.

Odete disse...

Já notaram que o uso de sacolas plásticas sempre acaba ficado no seu uso posterior? Nas lixeiras, geralmente...
Então o problemas não é o uso e sim o reuso?
E como faziam nossas avós, com suas lixeirinhas?
Penso que as dificuldades colocadas pela legislação servirão para se fazer um uso mais criterioso das sacolas. Porque o que se v~e por aí é gente levando cada item em uma sacola.
Aqui em casa usamos sacolas de pano a mais de 8 anos e, pasmem, dificilmente deixamos de ter uma sacola plástica em casa, pois sempre tem um amigo chegando com elas por aqui...
Elas são parte de nossa cultura, mas podem ser usadas com mais cuidado.

STILO BASICO disse...

Pois é Claudinha, as sacolinhas são só o começo de grandes mudanças de conciencia que todos nós precisamos ter, se quisermos um planeta VIVO ...vamos reciclar!!

bjim

Ísis disse...

Sacolinhas...
Sim! É possível viver sem elas .

Estima-se que um adulto produz cerca de 1,5 quilo de lixo por dia. Logo produz anualmente de tres a cinco vezes o seu peso só em resíduos não biodegradáveis, que podem se converter em restos imortais por décadas ou séculos depois que ele deixar de existir.
Então seria o caso de cada um fazer a sua parte , produzindo menos resíduos, separando e destinando esse material adequadamente, ao invés de se preocupar com "onde" colocar o lixo que produziu.
Se em sacolinha oxi ou não, eis a questão.
Enquanto o poder público não toma iniciativas no sentido de educar , estimular e conscientizar sobre as práticas sustentáveis, podemos aproveitar para refletir sobre uma mudança de hábitos, rever as necessidades de consumo, etc.
Os resíduos organicos podem ser reaproveitados como compostagem, postos de coleta seletiva já existem em diversos pontos na maioria das cidades, forrar cestos de lixo com jornal são algumas opções entre tantas outras.
Sempre encontraremos alternativas diferentes, práticas e interessantes para tornar o mundo um lugar melhor.

Ísis disse...

Sacolinhas...
Sim! É possível viver sem elas .

Estima-se que um adulto produz cerca de 1,5 quilo de lixo por dia. Logo produz anualmente de tres a cinco vezes o seu peso só em resíduos não biodegradáveis, que podem se converter em restos imortais por décadas ou séculos depois que ele deixar de existir.
Então seria o caso de cada um fazer a sua parte , produzindo menos resíduos, separando e destinando esse material adequadamente, ao invés de se preocupar com "onde" colocar o lixo que produziu.
Se em sacolinha oxi ou não, eis a questão.
Enquanto o poder público não toma iniciativas no sentido de educar , estimular e conscientizar sobre as práticas sustentáveis, podemos aproveitar para refletir sobre uma mudança de hábitos, rever as necessidades de consumo, etc.
Os resíduos organicos podem ser reaproveitados como compostagem, postos de coleta seletiva já existem em diversos pontos na maioria das cidades, forrar cestos de lixo com jornal são algumas opções entre tantas outras.
Sempre encontraremos alternativas diferentes, práticas e interessantes para tornar o mundo um lugar melhor.